segunda-feira, agosto 04, 2008

.:Terra Maldita:.


Terra Maldita

Não sente vontade de voar?
Eu sim, tenho vontade se ser livre...
Você já se imaginou livre?
Eu já, sairia desta fazenda, sem rumo, levaria a Jussara e os guris para bem longe dessa terra maldita!
Você já parou para pensar que não vivemos no nosso mundo?
Que o nosso verdadeiro lar esta muito longe?
Que vida é essa?
Vendem-nos como se fossemos mercadorias.
Somos tratados pior que animais... Nos arrancaram de nossas terras, querem destruir nossas crenças...Arrancam nosso orgulho e a vontade de viver.
Tiram a inocência de nossas crianças, usam nossos corpos.
Eles esquecem que possuímos alma, e ela não tem preço!
Mas infelizmente, para continuarmos vivos, sonhando com o dia da nossa libertação, temos que nos contentar com essa úmida senzala!

Renata zonatto

OBS: Escrito em alguma aula...talvez de literatura...no ano de 1997.

12 comentários:

Ciça e-promoter disse...

Olá.. tava passeando pelos blogs e acabei parando aqui, gostei do seu blog, se puder me visitar e também gostar podemos nos linkar, ok? Até mais.

Dentro da Bota disse...

Passando para conferir...
bjos...
Gi, Roma

Cris Santos disse...

A escravidão sempre me revoltou... Nessas horas que perdemos de vez o sentido do nosso nome. Oque há de humano explorar o outro por puro beneficio proprio...
Otimmmooo texto (e aulas são sempre inspiradoras xD)
Beijjjoosss

O Profeta disse...

Errantes sentires percorrem
Este corpo nu de calor
Queda-se a vontade ao vento
Neste deserto de verde amor

Ai este grito contido
É lava rubra em minha garganta
Pio de pássaro preso às penas
Uma reza a fugir de alma santa


Boas férias


Mágico beijo

Cirilo Veloso Moraes disse...

Então voa.
Eu sou livre. Você também pode.
Xêro, renatinha.
;)

Beth disse...

Nossa...me lembrei de uma umidade sentida quando visitei uma senzala ainda bem conservada pelos donos, herdeiros dos barões do café. E são úmidas mesmo e triste. Mas acho que isso nos renova e nos faz sonhar justamente com dias melhores.

beijos...voe mesmo e voe bem alto !!!

fátima queiroz disse...

Renata
Lindo texto e obrigada pela visita, quanto ao orkut deletaram duas páginas minha em uma semana!
Rsrs
Beijos querida
Fátima

Adao Braga disse...

Querida Renata, este texto me trouxe as lembranças de um filme que vi, acho que o nome do filme é Amistad.

Vou conferir, um filme elegante que fala sobre liberdade, escravidão e retorno à terra natal.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Gosto da forma como escreves!
Retorno ao meu mundo depois de uma ausência.

Pérolas incandescentes de inspiração.

Eärwen

Clecia disse...

Poema interessante! Também tenho vntade de voar livremente e para bem longe!Bjos e bom domingo!

Cristal disse...

uau, na escola vc já arrasava hein, ferinha!
beijos.

Giovana - ES disse...

De uma passadinha lá no meu blog, pessoas inteligentes estertas como vc são sempre bem vindas, não esqueça de comentar, (por favor), os textos são legais, se gostar ... Me linka e/ou copia meu award! Bjos Giovana Capixaba.