segunda-feira, março 09, 2009

.:Saudades:.


Foto: Retirada da Internet

Eu aqui, morrendo de saudades.
Você aí.

Eu aqui, com vontade de beijar sua boca.
Você aí.

Eu aqui, louca pelo seu corpo.
Você aí.

Eu aqui, sentindo vontade de estar aí.
Você aqui!


Renata Zonatto

10 comentários:

Adao Braga disse...

Eu vou ou você vem?

cintia disse...

delicioso esse post.........amei !!!! beijo

cintia disse...

delicioso esse post.........amei !!!! beijo

Headbanger disse...

Muito sugestivo o teu poema... hehehe
bj

Amanda Almeida disse...

Perfeito o post. Acho que vou até enviar para alguém....

lau siqueira disse...

terrivel desencontro... :)

eu estou aqui e vc aí
e entre nossas vontades
um pampa distendido...
e um ser tão estendido

Tudo É Coincidência disse...

Canta o canto feio do quero-quero na manhã recém nascida
E eu ainda aqui olhando pela janela
Sei que não há nada para encontrar
Mas alguma coisa me prende a procurar

Sim, só pode ser coincidência!
Das 24 horas do dia, te encontro quando vou à padaria!
Arrumando os documentos, o que caiu no chão precisava ser um bilhete seu
E quando te olhei às costas
De súbito teus olhos acharam os meus
Mas cada um seguiu seu rumo, fingindo não ver
Mera coincidência... Porque não!?

Ao comprar um presente para a namorada, achei os brincos que te dei
No ônibus, a mulher sentada à frente, usava o teu perfume
No rádio, a música tinha que ser More Than Words
Mas tudo bem... Claro que foi coincidência!

Logo eu, que não sou de acreditar nessas bobagens
Vou dormir cedo hoje, com a janela fechada
E acordar cedo amanhã
Torcendo para que, dessas, não aconteçam de novo!

cintia disse...

oi querida, saudades !!!! beijos

Jorge disse...

Gostei muito do seu blog e já adicionei aos meus favboritos.
Sensível e direta a poesia.
Visite o meu blog e comente sobre os vídeos de poesias, se puder.
http://blogdojorge.blogspot.com/
abraços e parabéns!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Gostei muito!!!

Pérolas incandescentes de doces momentos entrego em tuas mãos, agradecento tua estada em meu mundo.

Eärwen