sexta-feira, fevereiro 03, 2012

.:Agressão Poética:.



Vontade de gritar
coisas sem sentido,
Palavras soltas,
avulsas.
Ser notada.
Ouvida.
Amada.
Me sentir feliz
por não mais
estar triste,
iludida.
Agredir
com um lindo
e poético...
...foda-se.

Renata Zonatto

6 comentários:

Adao Braga disse...

Literalmente?
Não consigo!

Agostinho Lopes disse...

Fundamental à sobrevivência esse "vômito"!

pedemesa disse...

Caracas! Fazia tempo que não venho aqui. Lástima. Perdi muito. Garota! C tá produzindo sonetos que como nunca. E incríveis! Leve Impressão? Bah pra mim não tem nada de Leve... o negócio tá pesado por aqui! (Pesado no sentido de que não tem mais criança em casa, a mulher tá ai e não só produzindo. Impressionando.) Super parabéns, e outra, vou voltar mais seguido aqui, até pq meu TCC se foi, agora é "Eng. pedemesa" (te mete!). Abração guria. Saudade.

Mamãe do Matheus disse...

Oi RÊ!
Eu também fazia tempo que não vinha aqui.
As vezes é preciso gritar,colocar para fora tudo de ruim que estamos sentindo,para que possamos renovar as nossas forças e recomeçar.
Beijosss e bom finde,
Danny e Matheus

Sr.Borges disse...

Quando minha face fica obsoleta
e tudo me consome
apenas você vejo
grito seu nome
minha vontade
sua sede
...
infames

Murmúrios desse torto escritor!

Cactus disse...

Lindo e poético foda-se, hahahah, muito bom.