terça-feira, julho 27, 2010

.:Sem Sal:.



Eu tenho aquilo que você quer, mas não sei até quando.

Eu tenho aquilo que o Brasil gosta,

e tenho vergonha de ter nascido nesse país.

Sim, sou sem sal, sem graça...

Até nem gosto muito de sal,

mas não acho graça em quem não tem graça!


Uma beleza simples...rabiscada na cor mais comum, frases recicladas de um caderno velho e amarelado!


Pensando bem, talvez eu até goste de gente sem graça.

Só não gosto de quem não se contradiz...

...E não confio em quem não gosta de dinossauros!


Renata Zonatto



7 comentários:

Agostinho Lopes disse...

Eu gosto de dinossauros e de você também....

E gostei muito desse "post poema". Ele abre a mente para interpretações...

Beijinhos

Cris Estrela disse...

Pois é..

mas é aquela história, sabemos que nossa casa não presta, mas se alguem de "fora" lançar um comentário falando a respeito é hora de brigar! rs sem violencia..

não presta mas é meu! rs

beijoos

ErikaH Azzevedo disse...

E eu te senti mesmo asism, uma menina levada...acho que seja essa a impressão da imagem, o que quiseste passar, se foi...conseguiste. Eu tb não gosto de quem não se contradiz...é a contradição que nos traz pra perto o sentido do evoluir né!

Um beijo para a menina.

Erikah

Escrever Pra M'Entender ... disse...

Interessante.

isso de contradição tem muitos caminhos na viagem da interpretação.
A única vantagem de contradizer-se,é que você pode mudar de opinião várias vezes e por mais que queira, a intenção é sempre essa: jamais chegar a um denominador comum!

contraditório, não?! rs

Belo post!

;D

Kah disse...

É verdade, prefiro pessoas contraditórias do que tem sempre certeza absolutado do que diz, do que faz, e do que sente, normalemnete quem tem certeza adsoluta não me parece verdadeiro :P


Roubou minha irmagem o.O
Sua ladra ^^

Diegonzo disse...

O mundo é da contradição, é a fricção que mexe com a máquina...

te gusto!!!

Srta Camargo disse...

Eu adooooro os teus textos, Rê!
Adoro a maneira que tu escreve...
bjjjjjjjjj